Pular para o conteúdo

As etapas de investimento para startups

20 de setembro de 2023
Publicado por 3Capital Partners

As etapas de investimento representam uma forma para que as empresas iniciantes obtenham financiamento. É crucial ressaltar que, independente do tamanho ou do setor em que uma startup está inserida, a concessão de recursos financeiros é o que sustenta suas operações e iniciativas de inovação.

Portanto, esses recursos não se limitam apenas aos aspectos financeiros. Dependendo do estágio de evolução do empreendimento, o capital humano pode ter um valor ainda mais significativo do que o capital financeiro.

Navegando pelos estágios de desenvolvimento

No mundo empreendedor, o caminho para o sucesso é muitas vezes pavimentado com investimentos estratégicos. Para startups e scale-ups, existem diversas fontes de fomento que podem impulsionar o crescimento e garantir a sustentabilidade do negócio.

Bootstrapping e Friends, Family and Fools

A etapa preliminar, chamada de fase de concepção, envolve os empreendedores delineando o plano operacional e as metas para o produto ou serviço da startup. Durante essa etapa, é comum que os investidores sejam os próprios fundadores, assim como seus círculos próximos de amigos e familiares. Esse modelo de financiamento, referido como bootstrapping, fornece à startup a oportunidade de iniciar sua trajetória e validar suas concepções iniciais.

Essa estratégia viabiliza que os empresários iniciem o desenvolvimento e o lançamento de seus produtos ou serviços sem exigir apoio de investidores externos. Além disso, a abordagem conhecida como FFF (Friends, Family and Fools) consiste em buscar investimento entre indivíduos próximos que compartilham a visão e definem a habilidade do empreendedor.

A prática de obter investimento para startups por meio de familiares, amigos e colegas é mais frequente do que se imagina. O Facebook é um exemplo disso. Em 2004, os pais de Mark Zuckerberg adquiriram servidores quando nenhum investidor profissional estava disposto a aportar dinheiro no projeto.

Business Angels

A prática de obter investimento para startups por meio de familiares, amigos e colegas é mais frequente do que se imagina. O Facebook é um exemplo disso. Em 2004, os pais de Mark Zuckerberg adquiriram servidores quando nenhum investidor profissional estava disposto a aportar dinheiro no projeto.

Os investidores anjos, também conhecidos como Business Angels, são pessoas com alta capacidade financeira que direcionam seus próprios recursos para startups em estágios iniciais. Para além do financiamento, os Business Angels frequentemente fornecem orientação estratégica, conhecimento setorial e acesso às suas redes de contatos. Eles são atraídos pela oportunidade de respaldar empreendimentos promissores e colher retornos substanciais com o sucesso do crescimento dessas startups.

Vários investidores anjo vão além de suas contribuições monetárias. Eles têm o desejo de se engajar no empreendimento e compartilhar sua vasta experiência, desempenhando o papel de mentores genuínos. Quando você está em busca de investidores anjo para sua startup, é conveniente focar naqueles que possuem conhecimento em sua área de atuação. Isso ocorre porque além de auxiliar no progresso do negócio, pode proporcionar acesso ao mercado e ter a habilidade de avaliar sua proposta de investimento de maneira mais aprofundada.

Seed Capital

O capital semente é destinado a startups que estão prontas para expandir suas operações. A distinção em relação ao investimento é que os financiamentos podem atingir valores mais substanciais e são fornecidos por investidores que atuam como entidades legais.

A sequência de investimento anjo, investimento semente e venture capital é uma segmentação de aprendizado, considerando que algumas fases de investimento podem ser omitidas, dependendo da receita e da taxa de crescimento da startup. É uma abordagem que requer análise criteriosa por parte dos fundadores: decidir entre alcançar atração o mais rápido possível ou manter um controle maior sobre as ações da empresa até obter investimentos de maior magnitude.

Venture Capital

Os fundos de capital de risco, conhecidos como Venture Capital, são constituídos principalmente por grandes corporações, instituições bancárias ou investidores especializados. Esses fundos visam empresas emergentes de porte pequeno ou médio, porém com receita e potencial de crescimento consideráveis.

Embora a operação possa ser modesta, é necessário que a empresa tenha um produto validado e já tenha conquistado uma parcela do mercado. Os investimentos costumam ser na faixa de milhões e é comum ocorrerem várias rodadas de captação, indicadas como série A, série B, série C e assim por diante.

Após receber investimentos de fundos de Venture Capital, as etapas subsequentes na trajetória empreendedora incluem a exploração de fundos de Private Equity, que se tornam relevantes quando a empresa deixa de ser uma startup, se desenvolve em um empreendimento consolidado com bases sólidas e resultados expressivos.

E sua startup, está em busca de quais tipos de investimentos?

Conte com quem entende do assunto

Para colocar uma solução dessa magnitude em prática é necessário estar bem assessorado e preparado. A 3Capital está aqui para te auxiliar e alavancar o seu negócio.

Esteja por dentro de tudo que acontece no mercado empresarial e de M&A, inscreva-se em nossa newsletter e recebe em primeira mão nossos conteúdos!



Veja outras notícias